Dança/Teatro Espetáculos

Festival Internacional de Circo agita São Paulo

"Os Mequetrefe" dos Parlapatões será apresentado no dia 06 de abril , às 11h30 (Foto: Luiz Doroneto)

O Festival Internacional de Circo (FIC) aportará na capital paulista, no período de 03 a 07 de abril, com uma programação que tem como inspiração “O Circo Falando com a Cidade” e traz aproximadamente 50 espetáculos e mais de 100 atrações para divertirem o público.

Há participantes de diversos países e Estados brasileiros, entre eles as companhias Duo Looky (Israel), H2O Boom (Uruguai), Laguz Circo (CE) e Cia. dos Palhaços (PR) que apresentar-se-ão num complexo montado no Centro Esportivo Tietê.

A noite de abertura será marcada pelo espetáculo “As Destemidas”, concebido e realizado somente por  mulheres. A apresentação celebra as três homenageadas desta edição do FIC 2019: Andrea Macera (Palhaça Mafalda), Beth Dorgam (Palhaça Elisabeth The Queen) e Lu Lopes (Palhaça Rubra). Elas foram escolhidas por conta de suas histórias na arte da palhaçaria e por representarem as mulheres artistas de circo.

Os destaques da programação serão espetáculos desenvolvidos em residências artísticas, que abordam temas da diversidade cultural. Retomando o sentido universalista do circo, que sempre abrigou as diferentes nacionalidades e toda a variedade social que encontrava, cada espetáculo homenageia uma temática específica. Assim, além da abertura feita por artistas mulheres, dirigidas por Luciana Donegá, os temas abordados trazem sempre circenses que os representem.

Diversos diretores foram convidados para desenvolverem esses espetáculos. Um desses foi Ricardo Rodrigues que dirige “Prot(agô)nistas – O Movimento Negro no Picadeiro” e  mostra que a lona está fincada para receber apenas protagonistas negros. Já “Queerbaret”, com direção de Luh Maza, representa, pelos números circenses que traz, toda a diversidade das questões de gênero e orientação sexual.

“Caravançara – O Lar dos Viajantes”, sob a direção de Mark Bromilow, reúne as atrações internacionais do FIC 2019 para abordar a temática dos refugiados. “Obstáculos”, com direção de Caco Mattos, coloca em cena artistas, com deficiência ou não, para tratarem de como os obstáculos surgem e são enfrentados na vida. O encontro de gerações, incluindo o choque entre o circo contemporâneo e o tradicional, é celebrado em “Tributo à Tradição!” dirigido por Jairo Mattos.

Espaços alternativos, localizados na Cidade do Circo (do lado de fora das lonas) abrigarão números aéreos, de cama elástica e de acrobacias. Também haverá desfiles de artistas pelas ruas da Cidade do Circo, com apresentações curtas de malabares, pernas de pau, pirofagia e mágicos.

O Festival também contará com uma Mostra Competitiva, na qual 16 artistas/companhias apresentarão suas habilidades em duas eliminatórias seletivas, em que serão escolhidos os participantes da Grande Final. Eles concorrerão a prêmios que totalizam R$ 16.700,00. Jurados especialistas elegerão os melhores, mas o público também poderá escolher seus preferidos pela categoria Voto Popular, com premiação em dinheiro.

O Centro Esportivo Tietê localiza-se à Av. Santos Dumont, 843- Estação de Metrô Armênia. O acesso é grátis / acesso livre para a Cidade do Circo, com  os ingressos sendo distribuídos 01 hora antes de cada espetáculo.

Compartilhar:

Comentários

Clique para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade