Literatura Notícias

Prêmio Oceanos e Itaú Cultural divulgam Vencedores nesta Quinta-feira

Um dos livros finalistas do prêmio Oceanos 2019 (Foto: divulgação)

Os vencedores da edição de 2019 do Oceanos serão conhecidos em cerimônia a ser realizada na Sala Multiuso do Itaú Cultural a partir das 10h, desta quinta-feira, dia 05 de dezembro. O evento aberto ao público conta com debate entre os jurados da fase final sobre o atual momento da literatura em língua portuguesa a partir dos 10 livros finalistas. De Portugal, participam da conversa o poeta Daniel Jonas e o crítico literário Manuel Frias Martins.

Do Brasil, a crítica literária Eliane Robert Moraes e as escritoras Maria Esther Maciel e Veronica Stigger. A mediação será dos jornalistas e curadores do prêmio Isabel Lucas (de Portugal) e Manuel da Costa Pinto (do Brasil). Os ingressos serão distribuídos uma hora antes da cerimônia, na bilheteria do Itaú Cultural (Av. Paulista, 149- próximo à Estação Brigadeiro) e o evento terá transmissão ao vivo pelo site do instituto www.itaucultural.org.br e interpretação em Libras.

Concorrem o livro de contos Alguns humanos, de Gustavo Pacheco, e os romances “A Tirania do Amor” de Cristóvão Tezza; “Eliete” de Dulce Maria Cardoso; “Ensina-me a Voar Sobre os Telhados” de João Tordo; “Luanda, Lisboa, Paraíso” de Djaimilia Pereira de Almeida; “Meio Homem Metade Baleia” de José Gardeazabal; “O Imortal” de Mauricio Lyrio; “O Preto que Falava Iídiche” de Nei Lopes; “Sorte” de Nara Vidal e “Sua Excelência, de Corpo Presente de Pepetela.

Nesta edição, o valor total da premiação foi aumentado para R$ 250 mil. O livro vencedor receberá R$ 120 mil; o segundo colocado, R$ 80 mil e o terceiro, R$ 50 mil, sendo que livros de diferentes gêneros literários concorrem entre si.

Conexões

Encerrando a programação de literatura em 2019, dois dias antes do anúncio, o instituto também realiza o XI Encontro Conexões Itaú Cultural em 3 e 4 dezembro.  O evento destaca a tradução e a edição de literatura brasileira, sobretudo contemporânea, no exterior, partindo do princípio que traduzir e editar são elos fundamentais para promover a produção literária brasileira no exterior.

Para isso, reúnem-se na Sala Itaú Cultural, escritores, tradutores, pesquisadores e professores do Brasil e do exterior. Desde 2007, o projeto “Conexões Itaú Cultural” vem mapeando a presença da literatura brasileira no exterior. A partir de 2018, o cinema foi incluído no escopo da pesquisa. Estão mapeados 347 profissionais de 42 países, vinculados a 166 instituições de pesquisa e ensino, que responderam um questionário padrão, compondo o mais completo banco de dados sobre o tema.

Compartilhar:

Comentários

Clique para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade